Aumenta a violência nas escolas brasileiras

As escolas brasileiras perdem mais tempo com problemas com o bullying e intimidações entre os alunos, ou destes para com os professores, do que a média mundial entre países pesquisados pela  OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o que significa que o tempo para o processo de aprendizagem é menor nas escolas brasileiras do que em outros países. Segundo dados da pesquisa, os professores brasileiros utilizam em média apenas 67% do seu tempo em sala de aula para trabalhar efetivamente o processo ensino-aprendizagem, quando em outros países a média é de 78%, isso devido a graves enfrentamentos com a violência em sala de aula e na instituição escolar como um todo.

Diante dessa realidade, não está na hora dos professores, dos gestores escolares, dos pedagogos e das autoridades públicas acordarem para a necessidade de desenvolver a cultura da paz?

Pensando nisso o IBEM desenvolveu o Programa Vivendo Sempre em Paz, oferecido gratuitamente às escolas, formado por Cadernos de Atividades Educacionais sobre a Paz que são entregues periodicamente, envolvendo professores, alunos, pais e comunidade em estudos e ações sobre a paz, a solidariedade, a ética, a não violência, a empatia. Para participar do programa a escola deve preencher o formulário de cadastro em www.ibemeduca.com.br/vivendo-sempre-em-paz.

Devemos entender que a realidade escolar somente irá se transformar quando transformarmos nossa visão e ações na educação, assim como a humanidade só irá melhorar quando os seres humanos melhorarem, pois a sociedade é o coletivo dos homens e mulheres.

Inscreva sua escola no Programa Vivendo Sempre a Paz!

Deixe um comentário