informa@ibemeduca.com.br
Contato: (21) 96470-2436 e Whatsapp

PROJETO ESCOLA DO SENTIMENTO

PROJETO SOCIOAFETIVO


Apresentação

Buscando atender aos desafios sociais da atualidade e numa visão perspectiva de futuro para uma sociedade mais igualitária, ao mesmo tempo procurando atender os anseios de uma escola renovada, inovadora e criativa, dinamizando o currículo escolar, formando professores e mobilizando a juventude para uma educação integral, o IBEM oferece o Projeto Escola do Sentimento.

Trata-se de um projeto socioafetivo e é o resultado do diálogo entre duas abordagens pedagógicas: a Pedagogia da Sensibilidade e o Programa Vivendo Sempre em Paz, ambos desenvolvidos pelo IBEM. Além disso, a Escola do Sentimento busca convergência com as Metas estabelecidas pela UNESCO, que pretende assegurar educação de qualidade e oportunidades de aprendizagem ao longo da vida, para todos.

Concebido no quadro de uma nova abordagem pedagógica, o Projeto Escola do Sentimento utiliza múltiplos referenciais teóricos tecidos a partir da convergência de várias propostas. No cerne da fundamentação da prática pedagógica estão aqueles que, no final do século XIX e no decurso do século XX, apontaram caminhos para a educação como: Pestalozzi, Anísio Teixeira, Celéstin Freinet, Darcy Ribeiro, Lauro de Oliveira Lima, Milton Santos, José Pacheco e Paulo Freire. Para além do marco de natureza científico-pedagógico, adota-se um marco legal com base na Constituição Federal, no Estatuto da Criança e do Adolescente, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, nos Parâmetros Curriculares Nacionais e na Base Nacional Curricular Comum.

O processo de aprendizagem visa promover uma transformação vivencial que alie a teoria à prática, envolvendo a realidade escolar e o contexto da sua comunidade. O conhecimento teórico proposto nada mais é do que a base para o começo de uma transformação necessária do modelo educacional vigente nas escolas.

Finalidade

Oferecer aos que acreditam em um novo modelo educacional o apoio para implementação de uma nova abordagem pedagógica, reconfigurando as práticas para um homem e um mundo melhores.

A Escola do Sentimento é uma proposta educacional que objetiva desenvolver a educação integral – cognitiva e emocional – no ambiente escolar. Fundamentada no Método Pestalozziano e na Pedagogia da Sensibilidade, a metodologia promove, por meio do desenvolvimento integral das potencialidades do educando, a melhoria do processo ensino-aprendizagem, redução da agressividade, sensibilização dos relacionamentos interpessoais e integração da família no processo escolar, abolindo as salas de aula, as provas e notas, trabalhando por projetos, pesquisas e espaços de aprendizagem coletiva.

Professores, gestores, pedagogos, funcionários, alunos, pais e responsáveis, são beneficiados na sua qualidade de vida e bem estar, que, ao mesmo tempo, influenciam positivamente a comunidade em que se situa a escola.

Objetivos Específicos

  1. Atualizar os educadores sobre experiências de escolas inovadoras que deram certo;
  2. Instrumentalizar os educadores para nova visão sobre a educação e novos procedimentos pedagógicos, levando sempre em conta a realidade atual da escola, dos educandos, das famílias e da comunidade;
  3. Desenvolver cursos de capacitação/qualificação dos educadores para que, em suas escolas ou organizações sociais, passem a implementar a Escola do Sentimento;
  4. Apresentar e vivenciar novas formas de aprendizagem, que propiciem a realização pessoal, profissional e social dos educadores;
  5. Exercitar a prática de trabalho por projeto, orientado por equipes de educadores;
  6. Conceber novas construções sociais de aprendizagem, que integrem as dimensões escolar, familiar e social, e contemplem as necessidades sociais contemporâneas, a participação ativa contribuindo para a coesão social e para um desenvolvimento local sustentável.

Vantagens

  1. Trabalho por projetos.
  2. Salas de aula substituídas por espaços de aprendizagem coletiva.
  3. Professores como facilitadores/tutores do processo de aprendizagem.
  4. Melhoria do relacionamento entre educadores e educandos.
  5. Humanização do ensino.
  6. Postura de empreendedorismo, iniciativa e criatividade.

Fazendo a Escola do Sentimento – Formação de Núcleos

Para implementação do Projeto Escola do Sentimento nas escolas e/ou organizações sociais, o IBEM forma Núcleos de educadores nas cidades ou regiões (unindo várias cidades). Esses Núcleos são integrados por professores, pais e outras pessoas interessadas, independente de sua formação acadêmica/profissional.

O Núcleo terá o máximo de 100 pessoas, sem distinção de idade e condição social, e será capacitado para aplicação da Escola do Sentimento em três fases:

1ª FASE – Formado o Núcleo, será realizada capacitação presencial ao mesmo tempo teórica e prática. A capacitação presencial terá duração de 4 horas. Na sequência serão realizadas 5 capacitações online, através da educação a distância, uma por mês.

2ª FASE – Com o Núcleo trabalhando, será realizada uma avaliação presencial da aplicação do projeto.

3ª FASE – A partir da avaliação, serão realizadas mais 3 capacitações online através da educação a distância.

Para formação do Núcleo os interessados deverão se unir e entrar em contato com o IBEM, que fará a aprovação da criação do Núcleo e dará todas as coordenadas para funcionamento do mesmo, assim como os custos envolvidos.

Faça contato com o IBEM para formar o Núcleo de Educadores do Projeto Escola do Sentimento:

Telefone/Whatsapp: (21) 96470-2436

E-mail: informa@ibemeduca.com.br